terça-feira, 22 de dezembro de 2009

HOMENAGEM AOS PROFESSORES E FUNCIONÁRIOS APOSENTADOS



No passado dia 21 teve lugar, no auditório da escola sede do Agrupamento de Escolas de Mação, com a presença dos elementos da Direcção do Agrupamento, do senhor Presidente da Câmara Municipal de Mação, Dr. José Saldanha Rocha e do seu Vereador da Cultura, Dr. Vasco Estrela, professores, funcionários e alunos do Agrupamento, bem como outros membros da comunidade local, uma homenagem a todos os funcionários e professores deste Agrupamento que se aposentaram desde a sua constituição.

Este momento especial foi também aproveitado para se homenagear o ex-aluno da nossa escola, Gonçalo Simões de Matos, que foi galardoado com a Medalha de Ouro (categoria B - 10.º ao 12.º Ano) nas XXVII Olimpíadas Portuguesas de Matemática.

Os discursos do Director do Agrupamento e do Presidente da Câmara Municipal de Mação dirigidos aos 30 homenageados emocionaram profundamente todos os presentes.

A cerimónia concluiu-se com a entrega aos homenageados de um certificado que pretende ser o símbolo do apreço de toda a comunidade pela contribuição que cada um deu para o bem dos alunos e do concelho de Mação.

Texto e fotos: João Pinheiro

domingo, 20 de dezembro de 2009

HORIZONTES - JORNAL ESCOLAR



Nasceu, na passada Quinta-feira, com o peso de 32 páginas cheias de notícias do nosso Agrupamento e com o alto patrocínio da Câmara Municipal de Mação, o irmão mais novo deste vosso jornal on-line. Chama-se Horizontes e nele podes encontrar algumas notícias que já foram abordadas aqui, bem como outras novas e passatempos para te divertires. Se ainda não tens o teu, não te esqueças de perguntar pelo Horizontes da próxima vez que fores à escola.

Texto e fotos: João Pinheiro

sábado, 19 de dezembro de 2009

PASSEIO DE CICLOTURISMO



Depois do almoço, enquanto decorria a projecção de um filme no Cine-teatro de Mação (a Marcha pela Saúde foi cancelada devido à chuva), cerca de trinta bravos fizeram-se à estrada, de bicicleta, para percorrerem o percurso de 14 kms que se pode ver aqui.




A animação não faltou e ninguém deu pelo frio ou pela chuvinha que nos acompanhou. As subidas lá foram fazendo das suas mas, com a ajuda dos veículos colocados à disposição dos participantes pela Camâra Municipal de Mação, tudo se venceu e as descidas fizeram, depois, as delícias dos participantes.
No final soube muito bem o lanchinho que os professores de Educação Física tinham à espera dos ciclistas, para repor as energias gastas com as valentes pedaladas.

Com este passeio concluiu-se o programa das actividades de fim de período, que foram um estrondoso sucesso, e resta-me, em nome de todos aqueles que contribuíram para a realização deste jornal on-line, desejar a todos os elementos da comunidade escolar umas óptimas férias e agradecer a vossa visita. Até para o ano!

Texto e fotos: João Pinheiro

(Para verem as fotografias basta clicar na apresentação.)

Santa Claus Is Coming To Town



Durante um dia, juntaram-se personagens simbólicas que povoam um Natal imaginário e cada vez mais global: Pai Natal, Mãe Natal, Duende Zaganito, Rena Rudolfo, Pinheiro Christmas, Prenda Mini, Peru Glú-Glú e Cozinheiro Xao-Ming. Os alunos vestiram-se a rigor e provaram as suas competências no domínio artístico e musical.
Comemorou-se o fim de um período lectivo e a quadra do Natal. As atitudes foram de festa, partilharam-se acções, promoveu-se o convívio e o respeito mútuo.

Professora Anabela Martins e alunos do 10.º D

HASTEAR DA BANDEIRA VERDE



Por volta das 9:45 da passada Sexta-feira, teve lugar a cerimónia do hastear da Bandeira Verde, na nossa escola. A cerimónia contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Mação, Dr. José Saldanha Rocha, do Vereador da Cultura, Dr. Vasco Estrela e do Vereador do Ambiente, Eng. António Louro. Para além da representação oficial da autarquia, estiveram também presentes os elementos da Direcção da nossa escola, a professora Ilda Dias, responsável pela candidatura da escola ao projecto (ver notícia), vários professores com os seus alunos e vários auxiliares de acção educativa.

Depois dos discursos salientando a importância de todos nós fazermos a nossa parte a favor do meio ambiente, hasteou-se a Bandeira Verde, que agora ondeia, orgulhosa, ao lado da bandeira de Portugal, como lembrete para todos da necessidade de prosseguirmos o nosso caminho em união com a Natureza.

Texto e fotos: João Pinheiro

(Para verem as fotografias basta clicar na apresentação.)

TORNEIO DE BADMINTON



O último dia de aulas de cada período é sempre um dia especial e aguardado com muita espectativa por toda a comunidade escolar. Como é natural o dia 18 de Dezembro de 2009 não podia fugir à regra!
Logo pela manhã iniciou-se, na nossa escola, o Torneio de Badminton, que decorreu em simultâneo com outras actividades: a cerimónia do Hastear da Bandeira Verde, a atribuição de prémios do concurso Postais de Natal e a Missa (na Igreja Matriz de Mação).



A manhã foi repleta de actividade para os nossos alunos, que puderam participar livremente no programa preparado para fechar este primeiro período de aulas.

O Torneio de Badminton foi um sucesso, como podes ver pelas fotos, e, dentro de pouco tempo, teremos aqui as classificações dos participantes. Fiquem atentos.

Texto: João Pinheiro
Fotos: Anabela Ferreira e João Pinheiro

(Para verem as fotografias basta clicar na apresentação.)

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

DANÇAS URBANAS



E o espectáculo das Danças Urbanas?! Não digas que também não viste!!! Tens de ver! Não sabes o que perdeste! Dá também uma olhadela ao álbum, clicando aqui.

Texto e fotos: João Pinheiro 

GINÁSTICA ACROBÁTICA


E a Ginástica Acrobática?! O quê, não viste?! Que "show"! Delicia-te com estas fotos e, se quiseres ver o álbum, clica aqui.

Texto e fotos: João Pinheiro 

COMPAL AIR 3 X 3


Hoje foi um dia em grande para o desporto na nossa escola. O Compal Air 3 x 3 foi um espectáculo de se ver! Se não tiveste essa oportunidade, podes ver as fotos aqui. Podes também ver o álbum aqui. Diverte-te!

Texto e fotos: João Pinheiro 

Concurso "Postais de Natal"

Decorreu na penúltima semana de aulas do 1º período, o I Concurso de Postais de Natal de Francês. Os alunos que frequentam esta disciplina tiveram oportunidade de participar elaborando postais de Natal com mensagens alusivas à época em francês. Todos os postais produzidos encontram-se expostos durante a última semana de aulas na B.E.C.R.E. da nossa escola e, no último dia de aulas, pelas 10 horas, no mesmo local da exposição, decorrerá a entrega de prémios. Os premiados são:
1º prémio – Ana Gueifão da turma 10º B;
2º prémio – Eduarda Paixão e André Ribeiro da turma 9º B e
3º prémio – Alison Coluna da turma 7º C.
Vemo-nos na sexta-feira na entrega dos prémios, esperamos por ti!
À bientôt!

Professoras de Francês

ACTUALIZAÇÃO DO PROGRAMA DE ACTIVIDADES PARA DIA 18



terça-feira, 15 de dezembro de 2009

I CONCURSO "ESCREVER UM CONTO"

Regulamento

1º CONCURSO

(Ano lectivo: 2009/2010)


“ESCREVER UM CONTO”


Art. 1º Participam na primeira edição do concurso “Escrever um conto” os alunos do 2º e 3º ciclos.

Art. 2º Para participar no Concurso, os alunos deverão escrever um conto literário subordinado ao tema CONTO DE NATAL.

Art. 3º O texto deverá ser redigido por um só aluno, de forma original e inédita, na aula de Língua Portuguesa, em folhas de formato A4. O texto será entregue à professora que procederá à sua correcção.
Posteriormente, os contos serão devolvidos aos alunos, para serem processados a computador, com o tipo de letra Times New Roman, tamanho 12 e apenas na parte da frente da folha. O limite é de uma página tamanho A4.

Art. 4ºA selecção será organizada pelo 2º Ciclo, 5º e 6º anos e 3º Ciclo, 7º, 8º e 9º anos. Havendo 1º, 2º e 3º prémios para cada nível de ensino (ano escolar).

Art. 5º Os três prémios a atribuir por ano serão posteriormente designados.

Art. 6º O Júri será constituído pelas docentes de Língua Portuguesa.

Art. 7º A selecção far-se-á em três fases, a saber: 1ª selecção realizada pela docente da disciplina e da respectiva turma do aluno(a); 2ª selecção realizada pelo grupo de docentes de Língua Portuguesa a leccionar o mesmo ano e 3ª selecção realizada pelas mesmas para distribuição hierárquica dos três prémios.

Art. 8º A participação, neste concurso, implica a plena aceitação do presente Regulamento.



O Agrupamento de Língua Portuguesa

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

PROJECTO MAIS SAÚDE - PASSEIO DE CICLOTURISMO E MARCHA


A pé...


 Ou de bicicleta...

Vai realizar-se no dia 18 de Dezembro de 2009, pelas 13 horas e 30minutos, com concentração no portão principal da nossa escola, um “Passeio de Cicloturismo” e uma “Marcha da Saúde”. Esta actividade está inserida no âmbito do Projecto “Mais Saúde”. Neste momento muitos alunos e professores já fizeram a sua inscrição. Esta iniciativa também conta com a participação de todos os Encarregados de Educação que se queiram juntar a nós….Ainda te podes inscrever junto dos professores de Educação Física Inês Marques e José Carlos. Não faltes! Vamos encher as ruas de Mação de MOVIMENTO.

COMPAL AIR 3 X 3 - DANÇAS URBANAS

É já na próxima Quarta-feira que terás oportunidade de ver e de participar no Compal Air 3 x 3, pelas 9:30 e de ver uma apresentação de danças urbanas às 11:30. Não faltes!



GINÁSTICA ACROBÁTICA


E que tal umas aulinhas de ginástica acrobática?! A nós parece-nos que estás a precisar. :-D Porque não segues o exemplo destes teus colegas? É só procurares um professor de Educação Física e já está!

domingo, 13 de dezembro de 2009

O 5.º A


Foto-5.ºAwtmk

A turma do 5.ºA tem alunos muito empenhados!
Somos nove raparigas e doze rapazes com idades entre os nove e os treze anos.
A maioria dos alunos é de Mação, mas também há alunos de Ortiga, Chão de Lopes, Chão de Codes, Cardigos, Mouriscas, Envendos, Carregueira e Arriacha Fundeira.
Vamos esforçarmo-nos para ter um bom futuro!

O 5.º A

Concurso rosa-dos-ventos

Os alunos dos 5.º e 7.º Anos participaram no concurso “Rosa-dos-ventos” dinamizado pelas professoras de História e Geografia de Portugal do 2.º Ciclo, e de Geografia do 3.º Ciclo.
Nos trabalhos apresentados foram utilizados diversos materiais, como por exemplo caricas, tampas de plástico, papel de lustro, fósforos, cartão, cartolina, folhas de árvores, madeira, conchas, arroz e cortiça.
Os trabalhos foram expostos no átrio da escola para que fossem apreciados por toda a comunidade escolar.
Foram apresentados vinte trabalhos. Houve uma votação e após a contagem dos votos obteve-se o seguinte resultado:


1.º lugarwtmk
1.º lugar ficou Edgar Pereira, do 5.ºB


2.º lugarwtmk
2.º - Maria Leonor Castanho, do 5.ºA


3.º lugarwtmk
3.º - Mónica Giblote, do 5.ºA

Texto redigido pelos alunos do 5.ºA

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Poemas de Natal




Foto por Joaaso

NATAL

Velho Menino-Deus que me vens ver
Quando o ano passou e as dores passaram:
Sim, pedi-te o brinquedo, e queria-o ter,
Mas quando as minhas dores o desejaram...
Agora, outras quimeras me tentaram
Em reinos onde tu não tens poder...
Outras mãos mentirosas me acenaram
A chamar, a mostrar e a prometer...
Vem, apesar de tudo, se queres vir.
Vem com neve nos ombros, a sorrir
A quem nunca doiraste a solidão...
Mas o brinquedo... quebra-o no caminho.
O que eu chorei por ele! Era de arminho
E batia-lhe dentro um coração...
Miguel Torga

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Projecto Nacional das Eco-Escolas





 A Escola E.B.2,3/S de Mação está  integrada, desde o ano lectivo 2008/2009, no Projecto Nacional das Eco-Escolas. É um Programa vocacionado para a educação ambiental e para a cidadania que a Fundação para a Educação Ambiental implementa em vários países da Europa, desde o inicio dos anos 90. Implementado em Portugal pela Associação Bandeira Azul da Europa, desde o ano lectivo 1996/97.
     Aos estudantes é-lhes dirigido o desafio de se habituarem a participar nos processos de decisão e a tomarem consciência da importância do ambiente no dia-a-dia da sua vida pessoal, familiar e comunitária.
     O Programa procura, igualmente, estimular a criação de parcerias locais entre a escola e as autarquias, contribuir para um maior envolvimento e participação em todo o processo, das autarquias, empresas, órgãos de comunicação social, organizações não governamentais e outros agentes interessados em contribuir para a melhoria do Ambiente.
      Na condução do projecto está envolvido um Conselho Eco-Escola, tendo como Coordenadora Ilda Dias.
     Ao Conselho Eco-Escolas cabe-lhe, mais especificamente, implementar a auditoria ambiental, discutir o plano de acção, monitorizar e avaliar as actividades e, ainda, coordenar as formas de divulgação do Programa na escola e Comunidade.
     No ano lectivo anterior, em virtude do trabalho desenvolvido, a nossa escola foi galardoada com a Bandeira Verde do Programa Eco-Escolas. A cerimónia decorreu em Santa Maria da Feira a vinte e nove de Setembro de 2009, estando a escola representada pelo seu Director e alguns alunos envolvidos nas actividades do programa. A Câmara Municipal facultou o transporte.
     No dia 18 de Dezembro, pelas 9:30, far-se-á o hastear da Bandeira.
     Como Coordenadora do Programa agradeço a todos aqueles que directamente ou indirectamente contribuíram para o desenvolvimento das actividades.
    Ilda Marques Dias

Christmas Traditions in England


Every year in December they celebrate the birthday of Jesus Christ. That is why they call this time of year “Christmas” – they celebrate the “Mass” or church service for Christ. The first recorded observance occurred in Rome in AD360 but it wasn’t until AD440 that the Christian Church fixed the celebration date of 25 December.
Christmas is a truly magical season bringing families and friends together to share the much loved customs and traditions which have been around for centuries. Most people are on holiday in England and stay at home with their family on Christmas Day. Christmas is celebrated with a Christmas dinner for the whole family.
During the weeks before Christmas Day they send cards, watch nativity plays and go to carol services. They also decorate their homes and churches with green leaves, paper decorations and colourful electric lights.
Many of their Christmas customs began long before Jesus was born. They came from earlier festivals which had nothing to do with the Christian church. Long time ago people had mid-winter festivals when the days were shortest and the sunlight weakest. They believed that their ceremonies would give the sun back its power. The Romans held the festival of Saturnalia around 25 December. They decorated their homes with evergreens to remind them of Saturn, their harvest God to return the following spring. Some of these customs and traditions were adopted by early Christians as part of their celebrations of Jesus’ birthday.
In Victorian times some new ideas such as Father Christmas, Christmas cards and crackers were added to the celebrations. Here are a few of the things you might come across if you visit England in the run up to Christmas:



Christmas Cards
The Christmas craze begins weeks before when Christmas cards are sent off to relatives, friends, loved ones and business contacts. According to the history books this particular tradition dates back to 1840 and every year more than one billion Christmas cards are sent in Great Britain.



The Nativity Play
Another awaited event in the run up to Christmas is the Nativity play – each year hundreds of thousands of school children act out the story from the Bible about the birth of Christ. They dress up as Joseph, Mary, Jesus, the shepherds and the three Wise Men and occasionally children get to don ox and donkey costumes.



The Christmas Tree
The Christmas Tree may have originated in Germany but it is very popular in England, too. Legend has it that the first Christmas Tree in England was the one Prince Albert, the spouse of Queen Victoria, placed in their royal home. There are lots of trees in public places as well, the most famous being the huge one in Trafalgar Square in commemoration of Anglo-Norwegian cooperation during the Second World War.



Mistletoe
Holly and mistletoe are essential natural Christmas decorations. Mistletoe’s popularity has something to do with the custom of kissing the person with whom you stand underneath it – a tradition that dates back to ancient Roman times when enemies who met under it were said to have to give up their rivalries.



Roast Turkey
Christmas dinner in England is usually a huge stuffed and roasted bird, normally a turkey, although goose has featured in the past. The meal is served with all the trimmings, roast potatoes, chestnut stuffing and cranberry sauce.



Frumenty
In England, the only thing that people ate on the day before the feast was Frumenty which was a kind of porridge made from corn. Over the years the recipe changed. Eggs, fruit, spice, lumps of meat and dried plums were added. The whole mixture was wrapped in a cloth and boiled. This is how plum pudding began.



Christmas Pudding
The meal is followed by Christmas Pudding which is typically doused in brandy and set alight. Christmas Pudding originates from plum pudding which was a kind of porridge with eggs, dried plums and meat added. Nowadays it’s more of a steamed fruitcake. A silver coin was traditionally hidden in the pudding – to bring good fortune to the person who found it.



Mince Pies
Another “mincemeat” based delicacy – you’ll find mince pies everywhere from around the 1st December right through the Christmas period in England.



Christmas Cake
Those who can still move after a Christmas dinner can indulge a piece of Christmas cake, a heavy fruit cake topped with marzipan and royal icing.



The Christmas Cracker
The most original English Christmas tradition, however, is the Christmas Cracker – the popular small paper tubes with little gifts inside were invented by a baker from London in the mid 19th century and have gone on to conquer the world. It is traditionally opened by two people who each pull on one end of the cracker until it… well, cracks. Merry Christmas! 



Santa Claus
The English gift giver is called Santa Claus (also named Father Christmas). He wears a long red or green robe and leaves presents in stockings on Christmas Eve. The gifts are not usually opened until the following afternoon.



Mummering
In the Middle Ages, people called mummers put on masks and acted out Christmas plays. These plays are still performed in towns and villages.



Boxing Day
The day after Christmas is called Boxing Day because boys used to go round collecting money in clay boxes. When the boxes were full they broke them open. This tradition survives in the custom of tipping the milkman, postman, dustman and other callers of good service at Christmas time.



The Queen's Christmas Message
Another traditional feature of Christmas afternoon is the Queen's Christmas Message to the nation, broadcast on radio and television.
Lucinda Rito, 10ºD

FREGUESIA DE CARVOEIRO



Para quem não conhece a freguesia de Carvoeiro, aqui fica o resultado da pesquisa da Soraia Silva sobre esta freguesia do concelho de Mação.

Carvoeiro

Concelho => Mação

Área => 49,79 km²

População => 794 (habitantes, 2001)

Densidade => 15,9 hab., km²

Carvoeiro é uma freguesia portuguesa do concelho de Mação, com 49,79 km² de área e 794 habitantes (2001).

A origem do nome Carvoeiro não está devidamente esclarecida pois, enquanto algumas pessoas dizem que deriva do nome de jazidos de carvão por explorar que existem no sob-solo, há outras pessoas que dizem que o nome deriva de algumas árvores em grande quantidade, como por exemplo sobreiros e azinheiras.

É uma povoação muito antiga, desde cedo, se constituiu uma freguesia em conjunto com a Amêndoa e Belver, remontando ao principio da nacionalidade por volta de 1194. Nesta região foram encontradas ruínas, na Nossa Senhora da Moita foi encontrado, bem conservado, um vaso de cerâmica e telhas romanas. Muitas pessoas pensam que existiu uma povoação romana e, nas suas proximidades, um grande templo dedicado a Júpiter (deus da mitologia dos antigos romanos).

Carvoeiro, em 1464, obtém a carta de vizinhança, que permitia alguma liberdade de fazer trocas comerciais com povoações vizinhas.

Algumas localidades que pertencem a freguesia de Carvoeiro: Carvoeiro; Degolados; Capela; Galega; Maxieira; Pereiro e Vale de Santiago.


Algumas actividades económicas: Apicultura; Serração de madeiras; Agricultura e Construção de veículos para tracção animal.

Feiras: Feira anual (3ª Domingo de Agosto) e Expo Feira (Junho).

Festas e Romarias: São João Baptista (24 de Junho); Carvoeiro (29, 30 de Junho) e Senhor dos Passos (15 dias antes da Páscoa).

Locais de interesse turísticos: Aldeia de Laje e Praia Fluvial do Carvoeiro.

Gastronomia: Enchidos; Febras da matança; Filhós; Cavacas e Tigeladas.

Soraia Silva, 9.º A

PROJECTO MAIS SAÚDE


A saúde é um conceito positivo, um recurso quotidiano que implica “um estado completo de bem-estar físico, social e mental e não apenas a ausência de doença e/ou enfermidade (OMS, 1993). Dentro desta perspectiva, a Educação para a Saúde deve ter como finalidade a preservação da saúde individual e colectiva.

Em contexto escolar, Educar para a Saúde consiste em dotar as crianças e os jovens de conhecimentos, atitudes e valores que os ajudem a fazer opções e a tomar decisões adequadas à sua saúde e ao tal bem-estar físico, social e mental.

A ausência de informação incapacita e/ou dificulta a tomada de decisão...

Dada a importância da abordagem da Educação para a Saúde em meio escolar, os docentes de Educação Física Inês Marques e José Carlos estão a desenvolver o projecto de intervenção na escola, “Mais Saúde” Este projecto tem como objectivo principal, promover e sensibilizar para a importância da adopção de estilos de vida activos e saudáveis. Ao longo do ano lectivo, diversas actividades irão ser desenvolvidas; rastreios, palestras, acções de sensibilização e actividades físicas, dirigidas a toda a comunidade escolar.

Estejam atentos!

Juntos vamos cuidar, do que de mais importante temos, “o nosso corpo”! Junta-te a nós e participa nas várias actividades!

5000 VISITAS!!!





Mais uma vez, estamos completamente rendidos ao vosso interesse e entusiasmo!!! Atingimos, este fim-de-semana, as 5000 visitas! Muito, muito obrigados pelo vosso interesse e ajuda. É ele que nos move a continuarmos a fazer mais para todos vós.
Tal como o Vasco da Gama, motivo central desta nota de 5000 escudos que circulou no nosso país de 1996 a 2002, nós também somos movidos por um sonho: fazer um jornal  que seja interessante para todos aqueles que fazem parte do Agrupamento de Escolas Verde Horizonte e em que todos queiram participar.

CONTAMOS CONTIGO!!!

sábado, 5 de dezembro de 2009

CLUBE EUROPEU


Clube Europeu
Pois é…
Aqui estamos mais uma vez!
O Clube Europeu regressou este ano com uma nova equipa, as professoras Augusta Estrela, Sílvia Ramadas, Luísa Morgado e Margarida Marques.
Contudo, estas professoras precisam de constituir um grupo de trabalho composto por alunos desta escola. Aguardamos por ti, inscreve-te!
Sabias que já fazemos parte da Rede Nacional de Clubes Europeus?! – Inscrevemos o clube este ano.
Procura-nos junto do Auditório … Vamos viajar, evadir-nos para outros lugares europeus…
Junto do Auditório está o placard do clube com informações várias. Visita-o com regularidade.
E já agora “Feliz Natal e Bom Ano Novo!”

A equipa do clube

Club Européen
Eh bien…
Nous voici encore une fois!
Le Club Européen est retourné cette année avec une nouvelle équipe, les professeurs Augusta Estrela, Sílvia Ramadas, Luísa Morgado et Margarida Marques.
Cependant, ces professeurs ont besoin de constituer un groupe de travail avec des élèves de cette école. On t’attend, inscris-toi!
Est-ce que tu savais qu’on fait déjà partie du Réseau National de Clubs Européens?! – On a inscrit le Club cette année.
Cherche nous près de l’Auditoire…On va voyager, s’évader pour d’autres lieux européens…
Près de l’Auditoire, c’est le placard du club avec plusieurs informations. Visite-le avec régularité.
Et puis qu’il le faut “Joyeux Noël et Bonne Année!”



L’équipe du club

Tradução e adaptação de Anabela Ferreira

THE EUROPEAN CLUB
Well…
Here we are again!
The European Club got back this year with a new team – the teachers Augusta Estrela, Sílvia Ramadas, Luísa Morgado and Margarida Marques.
However, these four teachers need to set up a working group with students of this school. We’re waiting for you. Sign up and join us!
Did you know that we’re already part of the National Network of European Clubs?! - We did it this school year.
If you look for us, you’ll find us next to the Auditorium. Let’s travel, escape to other places in Europe…
Near the Auditorium there is a placard of the club with more information. Visit it regularly.
By the way… “Have a Merry Christmas and a Very Happy New Year!”

The club team

Tradução e adaptação de Sílvia Ramadas

Clube Europeu

¡Pues sí, vale…!

¡Aquí estamos nosotros una vez más!
El Club Europeo ha regresado este año con un nuevo equipo, las profesoras Augusta Estrela, Sílvia Ramadas, Luísa Morgado y Margarida Marques.
Sin embargo, estas profesoras necesitan hacer un grupo de trabajo con alumnos de este colegio. Te aguardamos, ¡inscríbete!
¿Sabías qué ya hacemos parte de la Red Nacional de Clubes Europeos? – Hemos inscrito el club este año.
Búscanos cerca del Auditorio… Vamos a viajar, a evadirnos para otros lugares europeos…
Cerca del Auditorio está el cartel del club con varias informaciones. Visítalo con regularidad.
Pues bien ¡Felices Navidades y Buen Año Nuevo!


El Equipo del Club

Tradução e adaptação de Margarida Marques

AS GRANDES CIDADES DO MUNDO



Como o prometido é devido … Podes visitar a biblioteca da nossa escola e ver a exposição dos nossos trabalhos realizados em Área de Projecto. Apresentamos várias maquetas de monumentos que representam as cidades por nós escolhidas – Berlim, Paris, Buenos Aires, Washington, Roma, Lisboa, Madrid e Nova Iorque! A exposição estará patente até ao dia 9 de Dezembro e conta com monumentos como a Torre de Belém e a Estátua da Liberdade e apresentações em PowerPoint com informação detalhada sobre estas grandes cidades do mundo.
Não te atrases e vem à biblioteca aprender connosco!

A Turma do 7ºB

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

AUTO-RETRATOS E CARICATURAS





De 2 a 9 de Dezembro poderás ver, na nossa biblioteca, uma exposição de Auto-retratos e caricaturas. Não percas!

EXPOSIÇÃO ALUSIVA À IMPLANTAÇÃO DA REPÚBLICA




IMG_0478wtmk
Upload feito originalmente por pinheirodeabrantes



Está patente, na biblioteca da nossa escola, uma exposição de trabalhos feita pelos alunos do JI de Mação, sobre a Implantação da República. Já foste espreitar?

DISCURSO DA TOMADA DE POSSE




Upload feito originalmente por pinheirodeabrantes

Como é do vosso conhecimento, o Agrupamento de Escolas Verde Horizonte, de Mação, tem, este ano, uma nova Direcção, liderada pelo professor José António Almeida. Esta Direcção tomou posse no final do ano lectivo anterior e tem a seu cargo a pesada responsabilidade de zelar para que todas as escolas do concelho de Mação sejam motores de mudança, de desenvolvimento pessoal e colectivo dos habitantes deste concelho.
No seu Discurso de Tomada de Posse, o Director destacou um provérbio índio “É preciso toda uma aldeia para educar uma criança”, destacando, desta forma, a responsabilidade de todos os intervenientes no processo educativo, de todos nós enquanto sociedade ou comunidade, na construção do nosso futuro.
Convidamos-vos a lerem o seu discurso completo clicando aqui.

FEIRA DO LIVRO




IMG_0485wtmk
Upload feito originalmente por pinheirodeabrantes


Está a decorrer, na biblioteca da nossa escola, a sua II Feira do Livro. Já lá foste ver as novidades?

VIOLÊNCIA DOMÉSTICA





A violência doméstica é um flagelo quase universal que atinge todas as sociedades, todas as classes sociais e, em especial, as mulheres.
Foi para dizer BASTA a esta praga que, na passada Quarta-feira, teve lugar uma manifestação contra a Violência Doméstica. A "manif" partiu da nossa escola, percorrendo as ruas de Mação até ao centro da vila. É com estes passos que os nossos alunos pretende ajudar a construir uma sociedade mais justa e livre para todos.

GOOD ENGLISH




IMG_0483wtmk
Upload feito originalmente por pinheirodeabrantes


Na biblioteca da nossa escola podes esclarecer mais uma dúvida comum relativamente à escrita de palavras difíceis. Já sabias como se escrevia esta?

ROSAS DOS VENTOS




IMG_0486wtmk
Upload feito originalmente por pinheirodeabrantes


Está patente, no átrio, junto da Secretaria da nossa escola uma exposição de Rosas dos Ventos. É o resultado de um concurso que está a decorrer. Já foste ver?

11º B EM VISITA AO MODELO DE ABRANTES





Visita de estudo ao Supermercado Modelo, em Abrantes

No passado dia 28 de Novembro de 2009, a turma B do 11º ano do Curso Profissional Técnico de Processamento e Controlo da Qualidade Alimentar e a turma A do 2º ano do CEF “Práticas Técnico – Comerciais” efectuámos uma visita de estudo ao Supermercado Modelo, em Abrantes.

Tivemos oportunidade de visitar as áreas de recepção, armazenamento, conservação, controlo de qualidade, distribuição e comercialização de produtos, ao mesmo tempo que nos era explicado o circuito de distribuição dos vários produtos, desde a sua entrada em armazém até à sua reposição na loja.

Também fomos esclarecidos sobre regras de merchandising e de higiene e segurança adoptadas.

Como balanço desta visita, podemos referir que foi bastante positiva, pois além de visitarmos a área comercial, que quase todos nós já conhecíamos, ficámos a conhecer o “caminho” seguido pelos vários produtos e respectivos pontos de controlo, desde a sua chegada ao posto de recepção até às prateleiras onde os podemos adquirir.

Os Professores participantes na visita: Agostinho Janeira, Helena Antunes, M. Luísa Morgado e M. Manuela M. Alves

CHARLES DARWIN E A SUA TEORIA DA EVOLUÇÃO DAS ESPÉCIES






Porque é que Darwin tem sido tão mal compreendido?

Editada em Novembro de 1859, a 1.ªedição de “Sobre a Origem das Espécies através da Selecção Natural, ou a Preservação das Raças Favorecidas na Luta pela Vida”, obra mais conhecida simplesmente por “A Origem das Espécies”, foi desde o início reconhecida como um extraordinário contributo para a Ciência, mas ao mesmo tempo criticada ao colocar em causa a divindade da origem dos seres vivos.
Não obstante o êxito obtido pela 1.ª edição da obra de Charles Darwin (obrigando a uma 2.ª edição em Janeiro de 1860), a teoria aí defendida só alcançou um verdadeiro triunfo na década de 40 do século XX, com o conhecimento acrescentado da genética das populações. Ainda assim, é actualmente mal compreendida e mal interpretada, sendo muitas vezes erradamente citada.
A teoria da selecção natural proposta por Darwin, no século XIX, baseava-se nos seguintes pressupostos: Os organismos variam, e estas variações são herdadas, em parte, pela sua descendência; Os organismos produzem mais descendentes do que os que têm possibilidade de sobreviver, existindo uma luta pela sobrevivência; Em média, os descendentes cujas variações são mais favorecidas pelo ambiente, têm mais possibilidade de sobreviver e produzir descendência (os mais aptos e adaptados e não os mais fortes); As variações dos organismos são aleatórias, podendo ou não produzir organismos melhor adaptados ao meio ambiente; As variações são pequenas originando um processo evolutivo das espécies lento e não repentino.
Foram poucos os argumentos científicos utilizados para contrapor a teoria de Darwin, a sua obra, escrita e reescrita durante cerca de 20 anos, estava muitíssimo bem fundamentada, fruto de um moroso trabalho metodológico e muito estudo e reflexão sobre os dados e observações recolhidas. A sua viagem pelo globo terrestre, a bordo do navio inglês HMS Beagle, entre 1831 e 1836, permitiu-lhe a recolha de inúmeros exemplares de fósseis, rochas e de animais e plantas, que posteriormente catalogou em colaboração com alguns taxinomistas e geólogos seus amigos. Toda a estrutura desta obra é incansavelmente justificada, baseando-se em factos e observações palpáveis. Mesmo após a publicação da sua obra Darwin continuou a investigar e a formular novas questões, consultou literatura da área e trocou correspondência com investigadores de todo o mundo. Por isto mesmo as várias edições da “Origem das Espécies” publicadas em vida contêm algumas correcções à obra original.
O grande obstáculo à sua aceitação reside nas implicações filosóficas da sua mensagem: A evolução não tem qualquer sentido, pois é resultado de acasos; Os indivíduos lutam entre si para aumentar a sua representação nas futuras gerações; A matéria é a base de toda a existência pelo que os fenómenos mentais e espirituais são seus subprodutos (mente, espírito e Deus são produto da actividade neuronal do ser humano). A refutação da obra trata-se, pois, de uma questão social, política e teológica. A teoria da evolução ameaçava o papel da Igreja na vigilância da estabilidade social e moral e, numa derradeira análise, punha em causa o papel do Estado.
No último capítulo da sua obra, o próprio Darwin admite a resistência que a sua teoria da selecção natural terá na Sociedade da época: “Não penso negar que podem opor-se à teoria da descendência, modificada pela variação e pela selecção natural, numerosas e sérias objecções que procurei expor em toda a sua força. Em primeiro lugar, nada me parece mais difícil de acreditar no aperfeiçoamento dos órgãos e dos mais complexos instintos, não por meios superiores, posto que análogos à razão humana, mas por acumulação de inúmeras e ligeiras variações, todas vantajosas ao seu possuidor individual. Contudo, esta dificuldade, ainda que parecendo insuperável à nossa imaginação, não poderia ser considerada como válida se se admitirem as condições seguintes: todas as partes do organismo e todos os instintos oferecem pelo menos diferenças individuais; a luta constante pela existência determina a conservação dos desvios de estrutura ou de instinto que podem ser vantajosos: e, enfim, gradações no estado de perfeição de cada órgão, todas boas por si mesmo, podem ter existido. Não creio que se possa contestar a verdade destas proposições.”
Muitos aproveitaram a sua obra para promover o domínio de uma espécie (Homo sapiens) sobre todas as outras e ainda mais grave de alguns grupos e culturas humanas sobre outros, de acordo com um suposto nível evolutivo superior, a que podemos simplesmente chamar de racismo. Na realidade, Darwin nunca menciona em “A Origem das Espécies” a espécie humana, a fim de evitar controvérsias maiores e porque ele próprio tinha dúvidas. Darwin defendeu que a Selecção Natural conduzia a uma adaptação crescente dos seres vivos ao ambiente e não que aqueles seriam cada vez mais complexos e evoluídos ou superiores. Ou seja, evolução não significa progresso para a complexidade, mas aumento de adaptação.
Actualmente a Evolução por Selecção Natural ou a Evolução de Darwin continua um tema em discussão, objecto de diversas investigações científicas, tema de debates filosóficos, políticos e religiosos. A ideia de Evolução foi o factor unificador de diversas áreas científicas (botânica, zoologia, genética, embriologia, paleontologia), como afirmou Dobzhansky, em 1973, “Nada faz sentido em biologia sem ser à luz da evolução.”

Professora Helena Antunes

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Alunos de Gestão criam a "Gestempre"


Como é do conhecimento de alguns, a nossa escola abraçou o projecto “Empreendedorismo na Escola”.
A turma B do 12º ano do curso profissional de gestão, não quis deixar de aproveitar a oportunidade de participar nesta nova experiência, e decidiu juntar-se à iniciativa.
Assim sendo, criámos a empresa “Gestempre”. O nome escolhido está relacionado com a designação do curso que frequentamos e faz alusão às nossas características empreendedoras.
O negócio que pretendemos desenvolver é, essencialmente, a venda de produtos tradicionais da nossa região.
Os objectivos que estabelecemos para a GESTEMPRE passam pela divulgação do Agrupamento em que estamos inseridos, bem como do nosso concelho. Ao efectuarmos as trocas comerciais, estaremos também a promover os nossos produtos regionais.
Em relação aos nossos objectivos pessoais, fica a experiência de participar neste projecto inovador. Como futuros gestores, temos a noção de que vamos certamente ter de enfrentar situações complicadas e alguns obstáculos. Mas como empreendedores, não receamos as más decisões, porque consideramos que o mais importante é saber aprender com elas.

Sofia Martins, 12º B

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

São Martinho Especial





No dia 11 de Novembro, a Escola do 1ºCiclo/Jardim-de-Infância de Penhascoso e a Escola do 1º Ciclo/Jardim-de-Infância da Ortiga comemoraram o Dia de São Martinho, no campo desportivo desta localidade.
Foi um dia diferente e bastante divertido em que miúdos e graúdos trocaram vivências.
Logo pela manhã decorreram jogos tradicionais, tais como: jogo do lenço, jogo da malha, do pião, tracção à corda, tiro às latas, dos balões, das bolachas e da garrafa a cargo do professor Miguel Ângelo. Em que todos os alunos participaram de forma entusiástica nas diversas actividades e com um grande entusiasmo.
Depois de tantos esforços seguiu-se um almoço/convívio entre alunos, professores, auxiliares e alguns encarregados de educação.
Da parte da tarde realizou-se o tradicional Magusto com boa castanha, sumos e uma garrafinha de jeropiga para os mais velhos.
No final do dia todos regressaram às suas escolas levando na memória os bons momentos ali passados e também algum carvão no rosto.
Este foi um dia “especial” e de agradável convívio entre toda a comunidade escolar, que se envolveu e participou nas actividades.
Os professores e em especial os alunos destas duas Escolas/Jardins-de-Infância agradecem às respectivas Juntas de Freguesia pela sua colaboração nesta festa.

Os Professores:
Celina Nunes
Helena Martins
Mª Manuela Lopes
Miguel Ângelo Lopes
Zulmira Caldeira

Animais em Vias de Extinção






Animais em Vias de Extinção  foi o  tema que  escolhemos para trabalhar em Área de Projecto durante este primeiro período lectivo. Somos alunos da turma C, do 7º ano de escolaridade, da escola EB 2,3 e Secundária de Mação. Seleccionámos o Elefante Africano, a Chita, o Lobo Ibérico, o Panda, a Cobra Leite, o Flamingo e o Burro, entre outros que constam de um portefólio de animais em vias de extinção organizado de  A a Z. Estamos a preparar uma exposição com vários habitats de cada uma destas espécies. Vem descobri-los na biblioteca da nossa escola de 4 a 11 de Dezembro! Esperamos por ti!... Por agora podes espreitar o que andamos a fazer!
A turma 7ºC

2009... ANIVERSÁRIOS DE COMPOSITORES




Não serão 2009 aniversários, mas são muitos os aniversários de compositores famosos! Vejamos...
Este ano de 2009 celebra-se o aniversário de vários grandes compositores: Häendel, 250º aniversário da morte; Haydn, 200º aniversário da morte e Purcell, 350º aniversário do nascimento.
Talvez destes compositores o mais conhecido do público em geral seja mesmo o grande compositor Georg Friedrich Haendel (que também poderão encontrar escrito na forma original - Händel)
Com obras muito conhecidas como por exemplo o muito ouvido Aleluia:
Na peça “Coronation Anthem ”  foi escolhido o número 1 intitulada “Zadok The Priest” para servir de Hino Oficial da Liga dos Campeões da UEFA.
Ouçamos o original:
Agora o Hino da Liga:
Uma outra obra muito conhecida, “Largo da ópera Xerxes”
Espero ter deixado aqui algum apetite para consultarem mais obras deste compositor.  

Professora Cidália Gonçalves

RESULTADOS DAS ELEIÇÕES PARA O CONSELHO GERAL


Decorreram ontem as eleições para o Conselho Geral da nossa escola. Os resultados oficiais, divulgados pelo Sr. Director, o professor José António Almeida, foram os seguintes:


Lista A – 49 votos

Lista B – 33 votos


Brancos – 5

Nulos – 1

Foram eleitos os seguintes colegas para representantes do Pessoal Docente no Conselho Geral:

Nome:
Ciclo
Maria José Cavaco Mendes
3º Ciclo
Helena Aparício Antunes
3º Ciclo e Secundário
Maria Lina Maia Dias
2º e 3º Ciclos
Miguel Ângelo Nunes Lopes
1º Ciclo
Maria Augusta da Silva Carvalho Estrela
3º Ciclo e Secundário
Maria Rita de Jesus dos Santos
2º e 3º Ciclos
Maria Luísa Farinha Pires Alves
Pré-Escolar

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

HOUVE CASTANHAS NA BIBLIOTECA




IMG_0328wtmk



Têm bom aspecto não têm? Pois é, mas já se acabaram... Foi na passada Quarta-feira! Mas, se as nossas castanhas vos abriram o apetite façam algum exercício físico como seja: subir escadas, já que a biblioteca se encontra situada no segundo piso, bloco A, exercício na face, nas maxilas e na língua, conhecer e falar com a equipa da biblioteca escolar, a Augusta, a Isabel, o António, as funcionárias, Glória e Isabel; exercícios nas mãos e nos dedos, como seja ler o jornal o Público, saber o que o primeiro ministro e a ministra da educação dizem sobre a avaliação dos professores; ler a revista Visão, entre outras... Está para chegar a revista Exame, o jornal A Bola e o Diário de Notícias; saber as últimas novidades em livro, isto tudo numas belas mesas que cá estão e nuns belos sofás, que só têm um contra, são azuis... Que raio de cor escolheram, tenho que falar com o Director a ver se é
possível alterar a cor dos sofás para um verdinho ou para uma nova cor que foi inventada o fim de semana passado que é um vermelho de Braga.

Não se esqueçam passem pela biblioteca e incentivem os vossos alunos a fazer o mesmo.

A equipa da biblioteca escolar

DESPORTO ESCOLAR



Gostas de praticar desporto? Então a nossa escola, através do Desporto Escolar e dos professores de Educação Física oferece-te uma série de actividades... É só escolheres a tua preferida.

Segue estes dois links para saberes quais são as possibilidades:

Actividades

Horário dos treinos

II FEIRA DO LIVRO DA NOSSA BIBLIOTECA



Bom dia,
Um livro transporta-nos para um mundo diferente, faz-nos viajar através das palavras e solta-nos a imaginação. O contacto com uma grande variedade de livros desperta-nos a curiosidade intelectual e o gosto pela leitura. De facto, ler e o prazer pela leitura é um contributo inegável para o sucesso escolar.
A Biblioteca Escolar da Escola Básica dos 2º e 3º ciclos com Ensino Secundário de Mação vai realizar a sua II Feira do Livro. A mesma decorrerá desde o dia 23, de Novembro até ao dia 7 de Dezembro, no horário das 9h às 17h e 30m. Nos dias 27 de Novembro e 4 de Dezembro estará aberta até às 22h. Esta actividade terá como objectivo a promoção e divulgação da leitura na nossa comunidade. Teríamos muito prazer  que toda a comunidade educativa, professores, alunos, funcionários, pais, encarregados  de educação e público em geral participasse nesta iniciativa. Visite-nos, contacte com as novidades editoriais e aproveite os descontos para fazer compras de Natal.


 LER É PARTILHAR,
OFEREÇA LIVROS NO NATAL
A Equipa da Biblioteca Escolar

11º B – Participação na Feira dos Santos




Conforme já noticiámos, no presente ano lectivo, no âmbito do Módulo “Transformação de Produtos Agropecuários” da disciplina Processamento Geral dos Alimentos, confeccionámos alguns produtos - calda de pimentão, pimento em salmoura, doce de tomate, doce de maçã, marmelada, geleia, doce de gila e doce de abóbora. Também fizemos alguns licores: licor de café, licor de romã, licor de leite e outros.
Depois de devidamente embalados, estes produtos foram postos à venda, conjuntamente com outros produtos disponibilizados pelas nossas famílias – pão caseiro, bolos fintos, broas, ovos, nabiças, tremoços -   na Feira Anual de Mação (Feira dos Santos) que este ano comemorou 204 anos, no dia 1 de Novembro, integrando a reconstituição histórica da feira, junto ao edifício dos Paços do Concelho.
Nós, como todos os outros participantes na reconstituição histórica da feira, apresentámo-nos com vestuário semelhante ao usado nos primeiros tempos da feira e as bancas foram decoradas também de acordo com essa época.
Fazendo um balanço, consideramos bastante positiva a nossa participação, quer pelo montante que conseguimos angariar, quer pelos contactos que estabelecemos com as pessoas que nos visitaram.

Alunos da turma 11º B e professora M. Manuela M. Alves

sábado, 14 de novembro de 2009

Visita de estudo à Adega da Quinta Casal da Coelheira, em Tramagal






No passado dia 28 de Outubro de 2009, a nossa turma visitou, no âmbito das disciplinas Controlo da Qualidade Alimentar e Higiene e Segurança na Indústria Alimentar, a Adega da Quinta do Casal da Coelheira, situada no Tramagal.

A Quinta do Casal da Coelheira possui uma área total de cerca 250 hectares, dos quais 64 hectares são de vinha. O encepamento é diversificado, com especial destaque para as castas nacionais de maior potencial qualitativo, mas sem esquecer as referências internacionais.

Esta quinta produz cerca de 150.000 garrafas de vinho por ano – 20% é vinho branco e os restantes 80% são vinho tinto.

O empenho permanente pela qualidade tem sido reconhecido pelo consumidor, com o crescimento constante do mercado, e através das várias distinções obtidas em concursos nacionais e internacionais de grande referência, nomeadamente em Londres – Winternational Wine Challenge, em Paris – Vinalies Internationales, e em Bruxelas – Concours Mondial du Vin.

Durante a visita tivemos oportunidade de visitar a adega que data do primeiro terço do século XX, onde nos foram explicados, de uma forma muito pormenorizada e explicita, os métodos de vinificação utilizados e respectivas técnicas enológicas.

Por fim fomos presenteados, numa bonita sala onde estavam expostos os diplomas dos prémios ganhos pelos vinhos desta quinta, com uma prova de um vinho tinto e de um vinho branco, onde também nos foram ensinadas algumas regras a seguir nas provas de vinhos.

Alunos da turma 11º B e professora M. Manuela M. Alves